Reinvente-se

Queremos parar, queremos entender, queremos tantas coisas... e esquecemos de viver! Queremos a perfeição, a emoção, a adrenalina. Pedimos tanto dos outros, cobramos tanto dos outros, falamos tanto dos outros e esquecemos de conhecer a nos mesmos e a consertar os nossos erros que magoam. Sofremos por coisas pequenas, nos acostumamos com o que nos faz mal e, depois de aceitarmos tudo isso na NOSSA vida, ainda deitamos na cama e perguntamos a Deus em preces: "porque tudo isso só acontece comigo?". Pura ingratidão e egoísmo.


"Tente. Sei lá, tem sempre um pôr-do-sol esperando para ser visto, uma árvore, um pássaro, um rio, uma nuvem. Pelo menos sorria, procure sentir amor. Imagine. Invente. Sonhe. Voe." Caio F Abreu

Eterna Busca


A distância do caminho que eu percorro tem o tamanho dos meus passos. Não vou desistir de caminhar por não ver a luz no fim da rua, não vou tirar a armadura e desistir da minha luta ou levantar a bandeira branca, simplesmente não vou. Vou andando e apreciando as pedras do meu caminho numa eterna busca do meu eu, EU.

Amanda Cavalcanti

Abraça o que te faz sorrir!


"Vai menina, fecha os olhos. Solta os cabelos. Joga a vida. Como quem não tem o que perder. Como quem não aposta. Como quem brinca somente. Vai, esquece do mundo. Molha os pés na poça. Mergulha no que te dá vontade. Que a vida não espera por você.
Abraça o que te faz sorrir. Sonha que é de graça. Não espere. Promessas, vão e vem. Planos, se desfazem. Regras, você as dita. Palavras, o vento leva. Distância, só existe pra quem quer. Sonhos, se realizam, ou não.
Os olhos se fecham um dia, pra sempre. E o que importa você sabe, menina. É o quão isso te faz sorrir. E só!"


Esse texto é de Caio Fernando Abreu, um escritor que eu admiro muito!
"Que seja doce."

Estupro da Alma




As palavras sempre doem em mim
mais do que tapas.
Prefiro mil vezes ser espancada e sangrar por fora
Ao Ter a minha alma estuprada por palavras
e ser fecundada pelo trauma.