Velha infância...

Eu reuni diversas coisas que lembram a infância linda que eu tive, totalmente diferente da de hoje em que as crianças tem o orkut como certidão de nascimento. Espero conseguir passar o que eu sinto vendo essas fotos, um sentimento tão bom que quando eu fecho os olhos sinto o cheiro do danone que eu tomava no recreio da 4ª série. Onnw. *-*


Quem não lembra de Doug Funny? Impossível esquecer. Tinha também o Costelinha, a Patti, a Judy. Muito bom.


O Fantástico Mundo de Bobby. Fantástico.


Eu tinha um amigo que sempre pegava minhas peças do lego. *-*


Sempre perdia o meu Pirulicóptero, também chamado de Pirocóptero.


Caia super bem com pão, bolacha. Vooolta vaaai. *-*


Minha novela preferida.


Se alguém encontrar isso em alguma parte do mundo me manda um e-mail, por favor: amanda.cavalcantig@hotmail.com


Cobertura do meu bolo de 4 anos. =)


O tazo vinha como brinde nos salgadinhos da Elma-Chips.


Ioiô da Coca-Cola.


O gatinho mais lindo do mundo.


Boneca fofolete que vinha em uma caixinha e tinha cheiro de fruta. *-*


O brinquedo mais barato e mais gostoso de brincar. Eu amava.

Sintaxe à vontade ♪


O Teatro Mágico é uma trupe que envolve elementos do circo, do teatro, da poesia, música, literatura, política tudo num só show. Criada por Fernando Anitelli a trupe encanta e emociona crianças e adultos de todos os lugares do Brasil. Aqui vou postar um poema que Anitelli recita em seus espetáculos. Sintaxe à vontade!!!

"Sem horas e sem dores
Respeitável público pagão
a partir de sempre
toda cura pertence a nós
toda resposta e dúvida
todo sujeito é livre para conjugar o verbo que quiser
todo verbo é livre para ser direto e indireto
nenhum predicado será prejudicado
nem tampouco a vírgula, nem a crase nem a frase e ponto final!
afinal, a má gramática da vida nos põe entre pausas, entre vírgulas
e estar entre vírgulas pode ser aposto
e eu aposto o oposto que vou cativar a todos
sendo apenas um sujeito simples
um sujeito e sua oração
sua pressa e sua verdade,sua fé
que a regência da paz sirva a todos nós... cegos ou não
que enxerguemos o fato
de termos acessórios para nossa oração
separados ou adjuntos, nominais ou não
façamos parte do contexto da crônica
e de todas as capas de edição especial
sejamos também o anúncio da contra-capa
mas ser a capa e ser contra-capa
é a beleza da contradição
é negar a si mesmo
e negar a si mesmo
pode ser também encontrar-se com Deus
com o teu Deus
Sem horas e sem dores
Que nesse encontro que acontece agora
cada um possa se encontrar no outro
até porque...

tem horas que a gente se pergunta...
por que é que não se junta
tudo numa coisa só?"


O Teatro Mágico ficará para sempre na minha vida. ♥