"Amor é solução e nós imensidão..."

Durante anos a tua ausência me doeu, mas durante os mesmos anos quando tu estavas presente, a dor aumentava, tua existência me machucava tanto e eu me sentia um frágil recipiente indesejado, sem tampa. Durante anos eu busquei quem sou na tua sombra, mas a ferida se alastrava e corroía cada vez que a tua sombra me assombrava, sempre; foram anos difíceis e o vazio dos teus olhos secavam a minha esperança de ser amada, de ser vista, e eu me culpava por não ser tão atrativa quanto os objetos que tu direcionavas admiração. Eu era apenas um objeto sem uso, sem valor, sem moradia e ainda hoje não entendo minha busca por abrigo em você, visto que em você só habita tudo o que não me dá brilho no olhar, você é tudo que um dia eu não quero ser, você é meu espelho ao avesso.

Nas imagens da minha vida você não aparece, mas com certeza terá seu nome nos créditos dela, porque sim, você me ensinou muito. Com sua falta de amor eu aprendi que este é algo que se constroi através de relações de trocas; com o sua ausência eu aprendi a ser e estar presente sempre que posso; com a sua grosseria e estupidez eu aprendi que uma conversa pode salvar uma confusão; com a sua existência turva e poluída aprendi a ser clara e expressiva. Tua vida medíocre me motivou à busca da verdadeira essência e valor das coisas e pessoas, afinal, tudo tem um sentido nesse mundo e o seu sentido na minha vida foi mostrar que existem seres humanos que dão vergonha só por existirem e que, por isso, eu preciso estar perto de quem me faça ser a melhor versão de mim mesma, isso não inclui o sentimento de nada que você me (faz)ia sentir. Eu posso ser tudo, principalmente verdadeira para deixar claro que não te quero mais por perto, acredito que já aprendi o que precisava absorver com você. 

Nós imensidão

Nessa vida é preciso aprender a espantar e assustar os próprios monstros, se não eles nos consomem e nos tornam eternas vítimas do seu horror. O papel de vítima tem seu aprendizado, mas estagnar nele só nos faz andar em círculos na nossa própria existência, quando nos demos conta estamos fechados nos mesmos problemas e sofrendo pelas mesmas situações. O passado fica mais leve quando nos permitimos a enxergá-lo  como algo que passou mesmo ele dizendo muito sobre o que somos hoje; no agora as coisas e situações e pessoas e motivos são outros e isso tudo pode modificar a nossa forma de existir e de existência. Às vezes a gente só precisa jogar nosso cardápio fora e deixar a vida nos surpreender com o seu tempero presente, afinal o passado azedou e o futuro ainda está sendo preparado.

Eu sou muito mais do que os seus olhos são capazes de ver e bem menos do que todas as suas expectativas em relação a mim. Eu te pediria para apenas me deixar ser quem sou, mas quem eu sou hoje não almeja mais que você me perceba. Então apenas vou deixar a minha vida seguir, pois às vezes o melhor remédio é abrir mão do controle vital que nunca existiu; remota, é nossa ilusão de pertencimento a este mundo, pertencemos mesmo aos inúmeros momentos que nos atravessam. A vida se forma em pedaços e é em cacos que a gente se despede da vida.

Tanta estrada, tanto tempo, tanto pra sonhar
Pra realizar, perceber em si
Que amores vêm e vão e nunca vêm em vão
são sentimentos leves
Amor é solução e nós imensidão
 Mesmo sendo tão breves aqui
(Tanto - Sons de Varanda) 






Nenhum comentário:

Postar um comentário