Depois

Depois que ele se foi eu aprendi a conjugar o verbo perder
Depois que ele se foi eu senti tanta falta
Depois que ele se foi a raiva, que às vezes eu sentia, tornou-se poesia
Depois que ele se foi tudo se tornou saudade
Ele se foi e a música diminuiu sua presença
Ele se foi e muitos se tornaram ausência
Depois que ele se foi parte de mim foi junto
Depois que ele se foi o amor por ela tornou-se maior

Mas depois ela também foi

E depois que ela se foi 'perder' já não era mais um verbo irregular
Depois que ela se foi eu senti tanta falta
E mesmo antes dela ir - tudo que ela fazia - para mim era poesia
E mesmo antes dela ir eu já era saudade
Ela se foi e a música foi junto
Ela se foi e já não tinha mais ninguém
Depois que ela se foi eu ainda nem sei o que aconteceu comigo

Eles se foram e 'ir' continua sendo um verbo irregular.


imagem google






Nenhum comentário:

Postar um comentário